São Paulo Café: Lilóri

Lilóri is one of São Paulo's first all gluten and lactose free cafés. The menu is perfect for lunch on a work-day with sandwiches and quiches as the main focus (and lots of baked goods). They have a great juice menu with various green juices (the beet juice is my fave).  They have a small selection of salads but nothing to write home about. Also, this is the only place I've been able to find pure almond butter along with many other health foods! 

Lilóri é um dos primeiros cafés que serve tudo sem-glutem e lactosa em São Paulo. O menu é perfeito para o almoço em um dia de trabalho com sanduíches e quiches como o foco principal (e também bolos variados). Eles têm um menu excelente de sucos verdes (o suco de beterraba é o meu favorito). E uma pena que eles ainda têm uma pequena seleção de saladas. Além disso, este é o único lugar que eu consegui encontrar manteiga de amêndoa pura, com muitos outros alimentos saudáveis ara venta!

The Copan Building

For English Click Here

O Edifício Copan, desenhado por Oscar Niemeyer, é um dos mais conhecidos edifícios de São Paulo. Na primeira vez que visitei São Paulo, fiquei de pé em frente ao prédio e tirei apenas algumas fotos. Agora que moro aqui, aprendi que o Copan tem muito mais a oferecer no seu interior. O edifício funciona como uma mini-cidade, e é um ótimo destino para uma tarde culinária e cultural. Com mais de 2.000 moradores, não é surpresa que o prédio hospede salões de beleza, lojas, restaurantes, agências de viagem, livrarias, galerias, limpeza a seco, além de tudo mais o que você precisa em uma cidade pequena (possuindo até mesmo seu próprio código postal!).

Uma das melhores paradas no Edifício Copan é a Galeria Pivo, que se descreve como um "espaço de arte autônomo e sem fins lucrativos". A Galeria Pivo é um espaço imprevisível que rompe com os ideais de uma galeria convencional em sua abordagem, propondo a criação de um novo modelo de espaço estético. Em vez de apenas expor o produto final acabado, a galeria busca expor todo o processo por trás do conceito e da criação da arte. Eu acho que este modelo é interessante, especialmente no mundo da arte, onde às vezes o exterior brilhante pode ser intimidante, enquanto o processo criativo real e verdadeiro é esquecido. É raro ter acesso aos estúdios dos artistas, pois a arte é direta e tradicionalmente vista a partir de uma galeria. No caso da Galeria Pivo tanto as exposições finais como as residências e palestras criadas pelos artistas expostos são livres para visitar. Confira o calendário on-line para mais informações sobre a agenda de exposiçōes.

Exatamente ao lado da galeria, o restaurante gourmet mexicano recém-inaugurado chamado "La Central" serve uma comida maravilhosa incluindo tacos, ceviches e pratos principais mais substanciais. Com um design moderno e limpo, é um ótimo local e uma nova adição à a cozinha mexicana pouca explorada no Brasil. E além de tudo isso, pode-se admirar as belas fotografias de Paulo Nazareth nas paredes caso você ainda esteja com vontade de arte. Localizado também super perto fica o Bar da Onça, um estabelecimento clássico do Copan e de São Paulo. Apesar de preferir a comida do "La Central", o Bar da Onça tem o charme antigo de São Paulo e vale a pena parar por alguns minutos para tomar um café ou comer uma lanche bem brasileiro. E se possível, passe também um tempinho no Café Floresta, aberto há 38 anos, para tomar um café em pé e observar os moradores indo e vindo do prédio.

Por último, eu recomendo caminhar por todo o piso térreo do prédio para ver os lobbies de todos os "blocos" que levam aos apartamentos. As estruturas maravilhosas dos anos de 1960 de madeira curvada, azulejaria originais e cafés e lojas integradas mostram a genialidade de Oscar Niemeyer. Um dos fatos mais reveladores é que muitos dos proprietários dos estabelecimentos mencionados moram no próprio edifício, tornando São Paulo uma cidade com base menor e mais focada na comunidade. Em uma área onde a segurança é uma preocupação, é incrível ver mentes criativas e inovadadoras unirem a história da cidade com o potencial que esta área pode ter no futuro.

 

SP Restaurant: Padoca do Mani

Mani is one of my favorite restaurants in Sao Paulo so I was very excited when Padoca do Mani opened up a few door down. The Padoca is a small cafe serving breakfast and lunch with fresh ingredients and the Mani touch; off duty Mani chefs are often hanging out here between shifts! The cafe has a tiny,  uncomplicated menu written on the wall and makes everything in house including the breads, pastries and juices. The food can be easily made for take-out and many of the raw ingredients are for sale. One of the most original things for purchase are the homemade broths. They are made to take home for cooking and come in specialty flavors like: seafood, veg, meat.

Mani é um dos meus restaurantes favoritos em São Paulo, então eu fique animada quando a Padoca do Mani abriu na mesma rua. A Padoca é um pequeno café que serve café da manhã e almoço com ingredientes frescos e o toque Mani! O café tem um pequeno menu simple escrito na parede e faz tudo em casa, incluindo os pães, bolos e sucos. A comida pode ser facilmente feito para viagem e muitos dos ingredientes estão à venda. Uma das coisas mais originais para a compra são os caldos caseiros. Eles são feitos para levar para casa para cozinhar e vêm em sabores especiais como: frutos do mar, legumes, carne.

Lane Marinho Shoes

Estou muito animada para postar sobre Lane Marinho que é uma artista que eu admiro há muito tempo! Ela faz belos sapatos, além de pinturas, que eu tenho usado durante todo o verão! Eu pedi para Lane responder a algumas perguntas sobre sua arte, inspiração e produtos e ela felizmente aceitou! Eu espero que vocês gostam de aprender sobre ela! Eu já coloquei minha próxima encomenda...

Como você conseguiu o seu início na indústria criativa? E em sapatos?
Nasci e cresci em Salvador, na Bahia. Com idas nas férias para o interior do estado, onde meus pais nasceram, perto da Chapada - com cachoeiras, gente simples e muito verde. Sempre gostei de desenho e de atividades manuais. Aprendi cedo a fazer crochê, pequenos bordados e costuras. Era aquela criança que adorava enfeitar os trabalhos com muitos desenhos coloridos e estava sempre com lápis-de-cor e cadernos cheios de flor. E que ia a praia sempre para catar conchas, pedrinhas e guardava tudo pra tentar inventar alguma coisa depois. 

Eu fiz Design de Produto, já estudei Design Gráfico também, mas me considero mais autodidata do que qualquer outra coisa: leio livros, procuro vídeos de 'como fazer' e vou experimentando o que posso. Depois de vencer um concurso nacional organizado pela Melissa, fui trabalhar com eles no Sul do país por 4 anos na Grendene. E depois mais 5 anos no grupo Arezzo, criando coleções de sapatos para a Schutz e Alexandre Birman. 

Foi em 2013 que decidi deixar o trabalho de estilista para me aproximar mais da manufatura, que é mesmo fazer, cortar, costurar. Como já conhecia o processo, comecei a experimentar sozinha. Gosto da mão-na-massa.

Foi difícil deixar uma marca estabelecida e começar a trabalhar em seu próprio projeto? O que fez você dar o salto?
Não foi muito planejado. Eu achava que precisava de mudanças, precisava de um espaço em que pudesse experimentar com as mãos. E por isso comecei a pintar telas à óleo. No meio do processo de pintura, comprei os materiais para fazer as flats e um processo acabou interferindo no outro. 

E essa mudança toda aconteceu depois de um período de imersão de desenho no Rio de Janeiro, com o professor Charles Watson, que tem o trabalho focado na pesquisa sobre processos criativos. E foi uma experiência incrível.

Como você definiria a sua estética?
É difícil definir a estética, mas posso falar um pouco do que me inspira. Sou muito apaixonada por beleza natural. Acho que a gente se esforça tanto pra fazer coisas bonitas, criar belas peças, desenhar algo maravilhoso...

E enquanto isso a natureza está ai, levemente linda, sem esforço, silenciosa e elegante. Isso me fascina muito e por isso as referências naturais de flores e plantas, conchas e corais, pedras naturais e gemas (preciosas ou não), pra mim são o grau máximo de beleza e elegância sem esforço.

Como você combina sua paixão pela arte com fazer sapatos? Você tenta fazer um sapato da mesma forma que uma pintura, por exemplo, através da cor e textura?
Acho que sim. Não consigo fazer separação entre uma coisa e outra. A forma de compor, organizar e escolher as cores, o processo é o mesmo e só muda a mídia.

Por meio do instagram, posso ver muitos dos diferentes artistas que influenciam você, existe alguém em particular que você considera um gênio criativo?
Sim, acho o Burle Marx incrível. Ele consegue manter uma coerência estética no seu trabalho como paisagista, como pintor, desenhista, designer de jóias e até cantor. Gosto da idéia de poder transitar por diversas formas de expressão.

Você tem um favorito par de sapatos que você criou?
Gosto muito da versão com bordado quadriculado e aplicação de coral. Acho que é o meu preferido! 

For English click here.

 

SP Restaurant: La Guapa

One of my favorite restaurants in SP is Arturito, so you can imagine how excited I was when their Argentine chef opened an empanada restaurant a few block from my house! La Guapa is located in Livraria da Vila on Lorena in a super relaxed setting, perfect for book browsing while you munch. The empanadas (which come in 8 different fillings) are seriously good, super flavorful and slightly burnt! My favorite by far are: Frango Caipria and Pucacapas.  

Um dos meus restaurantes favoritos em SP é Arturito, então fique super animada quando seu chef argentino abriu um restaurante de empanadas algumas quadras da minha casa! La Guapa está localizada na Livraria da Vila na Alemada Lorena em um ambiente super relaxado, perfeito para leer livro enquanto você come. As empanadas (que vêm em 8 recheios diferentes) são super saborosa e ligeiramente queimadas! Os meus favoritos são: Frango Caipria e Pucacapas .

Kim Nii, São Paulo Store

While having dinner at Jun Sakamoto, I noticed their beautiful Japanese pottery used as large serving dishes, chopstick holders and mugs. After inquiring with the restaurant I learned most of their pottery comes directly from Japan but they recommended a Japanese ceramics studio in São Paulo: Kimi Nii. I went to the small store in Villa Madalena and ordered 6 bowls in various colors (not all pieces are made to order - the store is also well stocked). I got the bowls back today and they are beautiful! 

Cuando jantei no Jun Sakamoto, notei as cerâmica japonesas lindas usadas como pratos de servir e xicaras.  O restaurante me falou que a maior parte de suas cerâmica vem diretamente do Japão, mas eles recomendaram um estúdio de cerâmica japonesa em São Paulo: Kimi Nii. Eu fui para a pequena loja na Villa Madalena e comprei 6 taças (nem todas as peças são feitas sob encomenda - a loja também vende diretamente). Eu recebi as taças de volta hoje e elas são lindas!

SP Restaurant: Lox Deli

For an amazing salmon bagel in São Paulo, no place gets the concept better than Lox Deli in Jardins. Homemade bread, amazing smoked salmon and creamcheese stike the perfect combination as proven by their adorable video! The cute restaurant has outside seating, a large menu (in case bagels aren't your thing), and all of the gourmet products they use are also packaged to take home. 

Para um bagel de salmão incrível em São Paulo, não há um lugar melhor do que Lox Deli , no Jardins. Bagels feitos em casa , salmão fumado  incrível e creamcheese são a combinação perfeita como mostrado no vídeo adorável. O restaurante tem uma área exterior bonita, um menu grande  (no caso que bagels não sejam sua coisa ), e todos os produtos gourmet que eles usam também são embalados para levar para casa .

SP Restaurant/Store: Cartel 011

feed-ambiente.jpg

Cartell 011 is a multi-functional space in Pinheiros with a restaurant, studio, clothing store, barber shop and cocktail bar. While the actual restaurant, Feed Food, does not have the most amazing fare, the creative space and ambience makes it a nice stop for a drink and to browse the store.

Cartell 011 é um espaço multi-funcional em Pinheiros, com um restaurante, estúdio, loja de roupas, barbeiro e cocktail bar. Enquanto o restaurante, Feed Food, a comida não e incrível mas o espaço criativo e ambiente bonito merece uma parada para descubrir o espaço. 

SP Store: Teo

There are many vintage furniture stores in São Paulo but none of them quite compare to Teo, a super well curated store in Jardins. Most of the furniture is from the 1960s-70s and while it's expensive even one piece from the store would add personality to any room. The quality and authenticity of the pieces make them worth the high price tag (as many other "vintage" stores are really just selling junk). 

Há muitas lojas de móveis vintage em São Paulo, mas nenhum deles se comparar a Teo, uma loja super bem pensada nos Jardins. A maioria dos móveis são dos anos 1960-70s e a pesar de que é caro, até mesmo uma peça da loja daria personalidade a qualquer ambiente. A qualidade e autenticidade das peças vale a pena do preço alto (como muitas outras lojas "vintage" realmente apenas vendem lixo).