Brazilian Home Blog: Casa dos Outros

We love discovering new lifestyle and home blogs, though none I read are focused on Brazilian life (hence why we started ours)! But recently via Miss Moss, I was introduced to Casa dos Outros, an interesting look into Brazilian homes. This blog takes us into people's homes and shows us their uniquely Brazilian design aesthetic.  Perfect for someone nosy like me who loves to discover other people's living spaces and special objects. 

Nós adoramos descubrir novos blogs de estilos de vida e de desenho, mas nenhuma e focada na vida brasileira (a razão pela qual nós começamos Tale of Two Cities) ! Mas, recentemente, via Miss Moss, eu descobri o blog Casa dos Outros, um olhar interessante por dentro das casa brasileiras. Este blog nos leva dentro de casas e nos mostra a estética Brasileira. Perfeito para alguém como eu, que gosta de descobrir as casas dos outros e seus objetos especiais.

Kim Nii, São Paulo Store

While having dinner at Jun Sakamoto, I noticed their beautiful Japanese pottery used as large serving dishes, chopstick holders and mugs. After inquiring with the restaurant I learned most of their pottery comes directly from Japan but they recommended a Japanese ceramics studio in São Paulo: Kimi Nii. I went to the small store in Villa Madalena and ordered 6 bowls in various colors (not all pieces are made to order - the store is also well stocked). I got the bowls back today and they are beautiful! 

Cuando jantei no Jun Sakamoto, notei as cerâmica japonesas lindas usadas como pratos de servir e xicaras.  O restaurante me falou que a maior parte de suas cerâmica vem diretamente do Japão, mas eles recomendaram um estúdio de cerâmica japonesa em São Paulo: Kimi Nii. Eu fui para a pequena loja na Villa Madalena e comprei 6 taças (nem todas as peças são feitas sob encomenda - a loja também vende diretamente). Eu recebi as taças de volta hoje e elas são lindas!

Rio Shop: Phebo and Granado

I sometimes struggle to think of good Brazilian gifts to bring home, especially when havaianas are not always climate conducive! I was so happy to discover Phebo and Granado (which are sister cosmetic brands) who sell great beauty products. Both brands have a rich history (Phebo was founded in 1930 and Grando in 1870) and started by selling classic basic products such as bar soap and talcum powder. Their store in Leblon keeps the old-world apothecary/pharmacy feel and the gorgeous packaging stays true to their historic roots. Each little soap feels like such a treasure and the store experience makes it hard to resist a purchase! As a huge bar-soap fan, I'm in love with Phebo's Amazonian soap which has a light fragrance and is super gentle. 

Eu às vezes tenho dificulidade para pensar em presentes brasileiros para levar para minha familia, especialmente quando as Havaianas nem sempre são adequado para todas as climas! Eu estava tão feliz ao descobrir Phebo e Granado (que são marcas de cosméticos irmã) que vendem produtos de beleza. As marcas têm uma história rica (Phebo foi fundada em 1930 e Grando em 1870) e começam com a venda de produtos básicos clássicos, como barra de sabão e pó de talco. A loja no Leblon mantém a sensação velha mundo de boticário / farmácia  e a embalagem linda é fiel às raízes históricas. Cada sabão é como um tesouro e a experiência da loja torna difícil resistir a uma compra! Como eu sou um grande fã da barra de sabão, eu estou apaixonado por sabão amazônica de Phebo, que tem uma fragrância leve e é super gentil.

Address/Endereço: R. Gen. Artigas, 470 - Leblon, Rio de Janeiro - RJ, 22441-140, Brazil

DIY: Table

Furniture shopping is really challenging in Brazil. Lack of options, lack of quality for price, lack of everything...It's definitely a major frustration For those of you living in the US, you are SO lucky. All the options -Ikea, Crate and Barrel, vintage stores, West elm -its a home design dream. Here in Brazil, we have to get a little crafty. A lot crafty. So, after searching for a table without luck, I decided to make one using this tutorial, which was surprisingly easy! I bought my leg stands at Tok Stok and the wood planks at Leroy Merlin. I'm rather pleased with how it turned out and its pretty fun to know that I made it myself (well with a little help)!

Compras de moveis é realmente um desafio no Brasil. A falta de opções, a falta de qualidade pelos preços, a falta de tudo ... É definitivamente uma grande frustração. Para aqueles de vocês que vivem em os EUA, você tem tanta sorte. Tudos as opções -Ikea, Crate and Barrel, lojas vintage, West Elm- um design sonho. Aqui no Brasil, temos que ter uma pouco criatividade. Muita criatividade. Então, depois de procurar uma mesa sem sorte, eu decidi fazer um, usando este tutorial, que foi surpreendentemente fácil! Eu comprei as pernas em Tok Stok e as pranchas de madeira na Leroy Merlin. Estou bastante satisfeito com o resultado e acho que e divertido de saber que eu mesma fiz (bem com uma pequena ajuda)!

 

Rio: Papel Craft Stationary Store

papel craft.jpg

Rio has many stationary stores, the kind you would imagine would have existed before Staples swooped in. Most are dingy and run down but in a way there's something charming about buying pencils and notepads at a family-owned stationary store - it sort of transports you back into time. Papel Craft is far from dingy, but it still has the charm of a cute stationary store. Filled with quirky wrapping paper, fun notebooks and little knick-knacks, it is a delight to browse through (and slightly dangerous for compulsive shoppers) I'm so glad I found this place, as my cheap Loja Americana (similar to CVS/Walmart for you gringos) gift wrap in holographic gold was so depressing! 

Rio tem muitas papelarias, do tipo que você poderia imaginar teria existido antes Staples chegou. A maioria são sombrios e velhos, mas há algo charmoso de comprar os lápis e os cadernos na papelaria de propriedade familiar - é uma maneiro de se voltar no tempo. Papel Craft está longe de ser antiga, mas ainda tem o charme de uma papelaria bonitinha. Cheio de papel peculiar, cadernos divertidos e pequenas bugigangas, ele é uma delícia de navegar através (e um pouco perigoso para compradores compulsivos) Estou tão feliz que eu encontrei este lugar, como o meu barato Loja Americana papel em ouro holográfica foi tão deprimente!

SP Store: Teo

There are many vintage furniture stores in São Paulo but none of them quite compare to Teo, a super well curated store in Jardins. Most of the furniture is from the 1960s-70s and while it's expensive even one piece from the store would add personality to any room. The quality and authenticity of the pieces make them worth the high price tag (as many other "vintage" stores are really just selling junk). 

Há muitas lojas de móveis vintage em São Paulo, mas nenhum deles se comparar a Teo, uma loja super bem pensada nos Jardins. A maioria dos móveis são dos anos 1960-70s e a pesar de que é caro, até mesmo uma peça da loja daria personalidade a qualquer ambiente. A qualidade e autenticidade das peças vale a pena do preço alto (como muitas outras lojas "vintage" realmente apenas vendem lixo).

SESC Pompeia

I went to SESC Pompeia this past weekend. I knew it was a “cultural center” but was not quite sure what to expect from the multi-purpose space. Designed by architect Lina bo Bardi in 1977, this place turned out to be amazing and definitely worth the visit! SESC Pompeia is above all a community center (making it feel very authentic) but it is very open and welcoming to the public. It consists of exhibition spaces (Marina Abramovich coming in 2015), reading spaces, athletic facilities with scheduled sports, art classes and restaurants. A trip is worth it, if only for the structural architecture and people watching. There was no exhibit currently on as they were setting up for the next one, which means I’ll be visiting again very soon!

Fui ao SESC Pompéia neste fim de semana pasado. Sabia que era um "centro cultural", mas não sabia o que esperar do espaço multi-propósito. Projetado pela arquiteta Lina Bo Bardi em 1977, este lugar definitivamente vale a pena a visita! SESC Pompéia é sobre tudo um centro comunitário, mas é muito aberto e acolhedora para o público. Trata-se de espaços de exposição (Marina Abramovich vai mostrar seu trabalho em 2015), espaços de leitura, salas esportivas, aulas de arte e restaurantes. A viagem vale a pena, apenas para a arquitetura estrutural.